A Mãe está aqui! O que conto hoje? A Tia das amiguinhas

A Tia das amiguinhas



Além de ser mais conhecida por mãe, em vez de Joana, também sou conhecida como a tia das amiguinhas. Sei que já por algumas vezes falei nas amiguinhas da mini M, como podem ler no about me. Eu própria tive uma infância e juventude regada de bons momentos, sempre rodeada de alguns bons amigos, que ainda hoje continuam presentes na minha vida e consequentemente na vida da minha filha.

Sempre dei muita importância aos amigos, que efectivamente para mim simbolizam a real família, de tal modo que em quase todos os jantares de família ou festejos comemorativos estão sempre presentes. Pois é, é essa importância da presença das pessoas que nos são queridas que quero passar à princesa, de tal modo que a mini M diz sempre que tem uma família muito grande e tem mais tios e tias do coração que toda a gente.

Tenho presente na minha própria consciência que essa importância só se adquire com a convivência e com o experiênciar de momentos que possam surgir. E lamento informar, mas isso não acontece, se for só escola, casa e casa escola. Não, a nossa vida é mais que isso e principalmente a vida dos nossos filhos tem que ser mais que isso!

Portanto, resumidamente, a mini M tem uma amiguinha em particular, que são inseparáveis desde o infantário. Agora na pré- escola juntou-se mais uma amiguinha especial, lógico que aquele trio já é conhecido como as três mosqueteiras.

Ah! Como é bom ver seres tão pequeninos e tão inocentes a criarem algo tão bonito, tão belo como pode ser uma amizade pura.

Existem as três mosqueteiras  e existem as mães das mosqueteiras, que tudo fazem para ver as pricesas felizes. Ora hoje ficam em minha casa a brincarem, ora amanha ficam em casa de outra. Ora vamos passear em família e vamos buscar as amiguinhas para irem connosco também, ora compro um colar à princesa e sem pensar logicamente compro mais dois para as amiguinhas. Ora hoje sou eu que as vou buscar às 3 à escola, ora são as outras mães. Mães? quer dizer, a tia das amiguinhas, somos todas as tias das amiguinhas.

Isto tudo para vos inteirar da minha lógica (se é que a tenho) para o acontecimento que irei escrever de seguida.

Por vezes tenho a sensação que sou invadida pela realidade da vida e que paro no tempo só para observar o que realmente está a acontecer à minha volta, e na verdade a maior parte das vezes chego mesmo a assustar-me, como é possível? O tempo voa, ela cresce de uma forma tão veloz que chega até a dar medo. O tempo passa, não espera nem abranda.

Sempre que posso, tento magicar algo diferente para fazer-mos, certo é que umas das minhas ideias, acabou por se tornar uma actividade obrigatória quando temos amiguinhas cá em casa.

Então aqui a mãe, um certo dia, lembrou-se que seria divertido ter pinturas para fazer-mos pinturas faciais, quando nos apetece-se brincar com isso. Acontece, que agora sempre que tenho alguma amiguinha cá em casa tenho que colocar os meus dotes artísticos em acção (Não bastava quando ela se lembra pouco antes da hora de ir para a cama, que me quer pintar a mim e ao pai).

Este fim de semana, não foi diferente, a Mini M teve a companhia de duas amiguinhas para brincar.

Mãe, lembrei-me de uma brincadeira muito fixe! Tu podias fazer desenhos na nossa cara, boa? Eu quero um unicórnio! Titi Joana eu quero uma Mini Cor-de-rosa! E eu quero uma borboleta com varias cores!

UAU! Que raio de ideia que eu tive que ter, mas bora lá.

Sei dizer, que no fim, o meu corredor foi palco de um desfile de mini stars pintadas e vestidas a rigor.

A Tia das amiguinhas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *